sábado, 25 de junho de 2011

A Ética a partir da Solidariedade


por Mauro Santayana

A ética é o exercício radical de solidariedade. Essa solidariedade se exerce primeiro entre os da mesma nação, da mesma pátria. O mundo é dividido pelas fronteiras físicas, culturais e políticas. Por isso mesmo, a solidariedade começa na soberania nacional. Temos que ser solidários primeiro conosco: com nossa família, nossos amigos, nossos compatriotas, para depois ampliarmos essa solidariedade ao continente e ao mundo. Não basta aos governantes e seus agentes – como não basta aos cidadãos comuns – o exercício da solidariedade em medidas políticas coletivas. Ser solidário é também não desviar os recursos comuns da sociedade, mediante o peculato, a prodigalidade com os recursos públicos, o conluio entre a política e os negócios.

Para ter acesso a todo conteúdo, clique aqui.

100 desculpas ou mentiras triviais


1 — estou aguardando o parecer jurídico;

2 — vai depender da safra da flórida

3 — vou estar providenciando

4 — vou estar passando ao setor competente

5 — se não chegar em 72 horas o senhor volte a nos ligar

6 — o contêiner está retido no porto

7 — sua encomenda estava naquele avião que caiu

8 — vou pagar com o dinheiro da emenda parlamentar

9 — os operários chineses estão em greve

10 — extraviou no correio

11— a artesã que dá o acabamento está de TPM

12 — estou dependendo da nomeação do governo

13 — ainda não tenho solução, mas vou a Aparecida do Norte a pé

14 — vou revisar, mas antes preciso ler Finnegans Wake

15 — só depois que constatar a traição de Capitu a Bentinho

16 — não posso fazer nada, é a prática do mercado

17 — a ponte rodou com a enchente

18 — o trânsito está parado

19 — o pneu furou

20 — minha assistente não veio, não tenho como pagar hoje....

Caixa deve iniciar operações da segunda fase do Minha Casa, Minha Vida na próxima semana


Kelly Oliveira, Agência Brasil

"A portaria com a regulamentação técnica da segunda fase do Programa Minha Casa, Minha Vida deve ser definida pelo governo até a próxima segunda-feira (27), segundo o diretor de Habitação e Infraestrutura da Caixa, Teotônio Rezende. Com a publicação da portaria, a Caixa já poderá começar a trabalhar na segunda fase do programa, lançada no último dia 16 pelo governo.

Em entrevista à Agência Brasil, o diretor informou que a regulamentação foi discutida internamente pela Caixa e seguiu para análise dos ministérios das Cidades e do Planejamento. A segunda fase do programa prevê a construção de 2 milhões de unidades habitacionais, número que ainda pode ser ampliado em 600 mil a depender do andamento do programa. Serão investidos R$ 125,7 bilhões....

Charge do Frank

O fim do pensamento único


por Ricardo Kotscho
De tanto combater as várias formas de autoritarismo, parece que a imprensa passou também a praticar algumas delas _ a começar pelo pensamento único, que obriga todo mundo a rezar pela mesma cartilha conservadora, partidária e preconceituosa de muitas empresas da chamada grande mídia nacional.

A estrutura hierarquizada, a disciplina, os interesses e os dogmas das nossas grandes redações só podem ser comparados aos que vigoram nas Forças Armadas, que na época estavam do outro lado do front.

Pertenço à geração que combateu o Ato Institucional nº 5, também conhecido por AI-5, e hoje noto, com tristeza, em alguns manuais de redação e práticas profissionais, que tem muita gente ainda pensando e agindo como na época em que mandava quem podia e obedecia quem tinha juízo.

O pior é que a maioria dos profissionais aceita passivamente o prato feito do pensamento único, imposto de cima para baixo, sem discussão. Nem é preciso dizer o que pode e o que não pode ser feito em determinado veículo para conseguir e garantir o emprego. Está implícito.

É claro que me refiro ao espaço do noticiário e não à parte editorial, que é onde cada empresa pode e deve expor sua opinião.

Pois, no momento, temos dois tipos de autoritarismo: o das empresas, que querem editorializar o noticiário, de acordo com as suas preferências políticas e ideológicas, e a atitude arrogante de muitos jovens e velhos jornalistas, mais preocupados em dar e impor suas opiniões aos outros do que em contar o que está acontecendo.

O leitor fica sem saber até onde vai o noticiário e onde começa a opinião. Ainda bem que inventaram um negócio chamado internet para quebrar estes oligopólios dos donos da verdade e do saber.

Para ter acesso a todo conteúdo, clique aqui.

A Esquerda nos Eixos e o novo ativismo

Ivana Bentes

Pretendia escrever um texto de avaliação sobre as Marchas da Liberdade em todo Brasil quando vi este artigo na rede ["A esquerda fora do eixo, publicado dia 17 de Junho de 2011 no site Passa a Palavra com assinatura coletiva http://passapalavra.info/?p=41221] sintomático da perplexidade de certos setores da esquerda tradicional com as mudanças e crise do capitalismo fordista e as novas dinâmicas de resistência e criação dentro do chamado capitalismo cognitivo (pós-fordista, da informação ou cultural)...

Brasil sem Miséria quer qualificar 1,7 mi de pessoas




O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) pretende oferecer qualificação profissional a 1,7 milhão de pessoas até 2014, disse nesta quarta-feira (22) a ministra Tereza Campello, durante o programa Bom Dia, Ministro. A iniciativa faz parte do plano de ação do Brasil sem Miséria, lançado no princípio deste mês.
Tereza Campello falou sobre o Plano Brasil Sem Miséria em entrevista ao programa Bom Dia, Ministro, da EBC Serviços.....

A tucanada rouba e quem paga é o povo

Em hospital de Sorocaba, aluno de medicina conduz atendimento
Na porta do pronto-socorro do CHS (Conjunto Hospitalar de Sorocaba), o repórter é parado por duas mulheres. "Pelo amor de Deus, moço, o senhor é médico? Precisamos de ajuda", suplica a vendedora Vanessa Camargo.....

Fororrozinho pro ladrão de merenda


vi no terror do nordeste

“A geopolítica angloamericana”


Desde século XVI, EUA e Inglaterra desenvolvem, com êxito, 
estratégias interessadas em “dominar o mundo”. 
Mas para onde expandi-lo, agora?
“Venho hoje reafirmar uma das mais antigas,
uma das mais fortes alianças que o mundo já viu.
Há muito é dito que os Estados Unidos e a Grã Bretanha
compartilham de uma relação especial”
Barack Obama:  “Discurso no Parlamento Britânico”, em 25/5/ 2011
Existe uma idéia generalizada de que a Geopolítica é uma “ciência alemã”, quando na verdade ela não é nem uma ciência, nem muito menos alemã. Ao contrário da Geografia Política, que é uma disciplina que estuda as relações entre o espaço e a organização dos estados, a Geopolítica é um conhecimento estratégico e normativo que avalia e redesenha a própria geografia, a partir de algum projeto de poder específico, defensivo ou expansivo......

sexta-feira, 24 de junho de 2011

O cinema, a tevê e o emburrecimento geral


        
Ando mesmo convencido, e cada vez mais, de que, para o bem da circulação das ideias e da proposição saudável do contraditório, não devemos “partidarizar” certos assuntos com tratamento maniqueísta ou fundamentalista que não ajuda a esclarecer e estigmatiza posicionamentos em função da coloração política de seus autores. Falo isso, hoje, a propósito de uma crônica do Arnaldo Jabor, que ouvi há dias na CBN, em que ele fazia considerações sobre o filme “Se beber não case II”.
Geralmente, quando o Jabor abre a boca para falar de política (ou seria o bico, pelo viés tucano de suas palavras?), minha tendência é discordar dele em gênero, número e grau, porque, a meu juízo, nesse campo ele se incorpora ao pensamento neoliberal com o qual jamais virei a compactuar, nivelando-se ao grupo “global” de uma mídia que quer ser um partido político sem os ônus de sê-lo e sob o disfarce da “crítica de interesse público”.....

Cheiro de armação no ar. Mais uma

 
A reportacagem da Veja sobre "Os Aloprados" é mais uma armação das grossas.....
Se de início paraiva dúvidas sobre a veracidade da reportagen( Veja sempre mente, sempre diz ter vídeo para quem quiser ver e ouvir, gosta de  ouvir bandido para testemunhar nas suas folhas), a entrevista da ex-senadora Serys Slhessarenko à Folha de São Paulo não deixa dúvida que tudo foi armação.

Veja o que Serys disse à Folha:.....

A rebeldia dos jovens que nos faz tanta falta

Por Emir Sader

Entre tantas frases estimulantes e provocadoras que as rebeliões populares no mundo árabe e agora na Europa, essencialmente protagonizada por jovens, fizeram ecoar pelo mundo afora, a que mais nos incomoda – com toda razão – é aquela que diz: “E quando os jovens saíram às ruas, todos os partidos pareceram velhos.”

Aí nos demos conta – se ainda não tínhamos nos dado – da imensa ausência da juventude na vida política brasileira. O fenômeno é ainda mais contrastante, porque temos governos com enorme apoio popular, que indiscutivelmente tornaram o Brasil um país melhor, menos injusto, elevaram nossa auto estima, resgataram o papel da política e do Estado.....

Mais um político cachaceiro tem a carteira de motorista apreendida

Bêbado, Índio da Costa( ex-vice de Serra) perde carteira em blitz da Lei Seca

Presidente regional do PSD, Antonio Pedro Índio da Costa teve a carteira de motorista apreendida nesta madrugada pela operação Lei Seca, no Rio.Ex-DEM, ele foi candidato a vice-presidente de José Serra (PSDB) na última eleição.

A apreensão da carteira foi decidida após Índio da Costa se recusar a fazer o teste de alcoolemia com o bafômetro.Em sua página do Twitter, Índio da Costa afirma que não fez o teste porque havia bebido vinho

A Hilux, que ele dirigia, foi parada pelos fiscais na Avenida General San Martin, esquina com Bartolomeu Mitre, no Leblon, zona sul do Rio( o mesmo lugar onde o senador tucano Aécio Neves foi flagrado dirigindo bêbado e tambem se recusou fazer o teste bafômetro..Índio da Costa só foi liberado após a apresentação de um motorista habilitado

Índio acusava Lula de "bêbado"

Durante a eleição presidêncial,Indio acusou Lula de estar bêbado quando disse que DEM deveria ser 'extirpado'.

O então candidato a vice-presidente na chapa do tucano José Serra, Indio da Costa (DEM), disse durante um debate realizado pela Record News que o Presidente Lula estava bêbado quando, em evento disse que era preciso "extirpar o DEM" da política brasileira.

"Lula depois de almoço, não sei se tinha ingerido bebida alcoólica, parece que sim, falou aquilo sobre o DEM, disse ele"

Esta é mais uma daquelas situações em que a máxima "nada como um dia após o outro" se aplica como uma luva
Aldeia Gaulesa


Aeronave Hipersônica... Brasileira - 14-x

O 14-X é um veículo de demonstração que deverá voar em 2013. Com 2 metros de comprimento, passará por três testes principais:
No primeiro será lançado em um foguete VSB-30. Ao atingir 100 mil pés o primeiro estágio será ejetado, o segundo acionado e o conjunto atingirá Mach 6 (sorry, Speed) sem que o 14-X seja desacoplado ou tenha os motores ligados. Isso permitirá que sejam colhidas informações de performance aerodinâmica e da câmara de combustão dos motores.
No segundo teste os motores serão ligados brevemente, com a aeronave acoplada.
Somente no terceiro teste o 14-X será ejetado e seus três motores scramjet entrarão em ação, levando o veículo a pelo menos Mach 10.
O Scramjet é um tipo de motor a jato sem partes móveis. A grande complexidade das turbinas está no compressor, necessário para que o ar seja (obviamente) comprimido. Esse ar, misturado com combustível e inflamado é que gera a propulsão. Um Scramjet não tem compressor.
Ele utiliza o ar externo em velocidade supersônica, que é comprimido pela própria forma interna das paredes do motor. O resultado é uma potência muito maior em relação ao peso, velocidade acima de qualquer coisa com partes móveis e manutenção mínima.
A parte ruim é que não pode ser acionado no solo, ou em baixa velocidade. Daí os foguetes para acelerarem o 14-X.
O protótipo Scramjet mais bem-sucedido é o X-43A, da NASA, que atingiu Mach 9.8 e 2004.
Depois disso o programa caiu em desgraça política, hoje o mais modesto Boeing X-51 segue como projeto mais promissor.
Não é uma tecnologia que vá melhorar a Ponte Aérea, mas em um mundo cada vez menor, o tempo de vôo ainda é um incômodo e um empecilho. O avião comercial mais rápido do mundo, o Concorde, fazia Londres-Nova York em 3h30min. Um vôo comercial normal leva entre 7 e 8 horas. O lendário SR-71 Blackbird fez o percurso em 1h54min.
Pense na economia de tempo, o Blackbird tinha velocidade máxima de Mach 3.2, um Scramjet comercial poderia fazer a maior parte do percurso em Mach 10. Descontando detalhes como preço, seria possível morar em um continente e trabalhar em outro.
Em um país onde ciência só aparece na TV para brigar com astrólogo e homeopata no Superpop, dá gosto, dá esperança ver uma pesquisa de ponta (MESMO!) sendo feita, visto que não é uma área exatamente abundante de recursos e verbas.

O entreguismo da direita não tem limite




É impressionante como a oposição brasileira é incapaz de qualquer ato que não seja o da mais absoluta vassalagem ao capital internacional.
É completamente incabível, sob qualquer aspecto, a reação ao fato de se estar promovendo, através de lei específica, a regulação – e não a proibição – da propriedade estrangeira de solo brasileiro, como publica hoje o Estadão.
Ninguém quer se meter com a vida de alguém que, cansado do frio europeu, queira ter um sitiozinho ou uma chácara no Brasil. Seja bem-vindo, esteja em casa.
Não se pode descartar, mesmo, que o limite mínimo para ter de haver registro – que é de cinco hectares, (50 mil metros quadrados) possa ser um pouco maior, em áreas não-urbanas. Negociação é assim mesmo, você oferece o mínimo e cede um pouco, dentro do razoável.
Daí em diante, a transação teria de ter a aprovação e o registro em um órgão público. Nada demais. Apenas queremo saber o que o “mister” quer fazer com a terra, qual é o seu projeto.
E para as propriedades de mais de 500 mil hectares – cinco milhões de metros quadrados – a União seria detentora de uma espécie de “golden share”, uma participação garantida na definição do uso da terra.
Portanto, longe de ser uma medida radical, é o mínimo que o país precisa para controlar um bem que não é “fabricável”: o seu território.
Tijolaço já tratou deste tema com mais detalhes – o que você pode ler aqui – e a gente reproduz o mapa que publicou naquela ocasião.
Nele, repare uma coisa: todo mundo pensa que estrangeiro comprando terra é coisa lá nos cafundós, não é? Nada, é só você olhar no mapa e ver que é o agronegócio a cereja do bolo: Mato Grosso, São Paulo e Mato Grosso do Sul não os estados onde a terra mais foi abocanhada.
By: Tijolaço

Homenagem do Blog Contramaré a March For Jesus

               

                                       All For Jesus!!!



Toda vez que vejo essas manifestações religiosas de 

massa penso nesse clipe. Alienação absoluta, falsos

profetas, histeria coletiva, assim vamos, rumo a Idade

Média.

  


Ministry - New World Orde













Ministry - New World Order

Rab | Myspace Video

Que história é essa de licitação “sigilosa”? Saiba aqui

Está havendo muita polêmica em torno da proposta de sigilo no orçamento das obras da Copa do Mundo de 2014 e da Olimpíada de 2016, aprovada na Câmara e defendida pela presidente Dilma Rousseff como uma forma de diminuir custos.

Reforma do Maracanã: feita pela lei atual, vai custar mais 50%
do que o previsto: não havia previsão de substituição da
marquise e, na prática, ela não suportaria a carga extra.
Ia se deixar cair ou emendar o contrato?
E, para variar, tem muita gente falando do que não sabe e gente – bem esperta – sabendo do que está falando mas querendo derrubar, como se fosse em nome da moralidade, uma alteração na lei que só traz moralidade ao processo licitatório, quando feito numa forma hoje não abarcada pela legislação
O artigo faz parte do Regime Diferenciado de Contratações Públicas (RDC), prevê que o orçamento estipulado para uma determinada obra só será divulgado publicamente após o encerramento da licitação. Durante o processo, apenas os órgãos de controle terão acesso ao valor máximo que o governo pode pagar naquele contrato.
Essa é a deformação essencial das notícias a respeito do que foi votado na Câmara. A conversa é outra, totalmente outra.
Como é feita a licitação para uma grande obra pública hoje, segundo a legislação proposta pelo ex-presidente Collor e sancionada no governo Itamar?.....

Algumas artimanhas dos hipermercados





__ Aparência de um parque temático
__ Dentro do estabelecimento não há relógio de parede, para que você perca a noção do tempo e compre mais
__ Piso escorregadio para o cliente andar mais devagar
__ Carrinhos imensos para o cliente só parar quando vê-lo cheio
__ Música rápida para os horários de pico, para pressionar o cliente a comprar logo, por impulso, e sair sem refletir no que fez
__ Música lenta para outros horários, para o cliente não preocupar-se com o que está acontecendo lá fora, e não ter pressa lá dentro
__ Facilidade para encontrar, pegar, carregar e cheirar o produto
__ Amostra gigante do produto, para facilitar a localização
__ Nos corredores de produtos direcionado às mulheres, amplíssima largura, para que, se uma cliente ver outras observando o produto, e tiverem carrinhos no corredor, ela não se iniba por causa do espaço, assim ela pode tirar medida com seu próprio corpo, olhar-se em espelhos, mostrar para que a acompanha ou estiver próximo
__ A padaria e os produtos essenciais sempre ficam no fundo do supermercado, para que o cliente tenha que percorrer todo o estabelecimento para pegá-lo, e assim observar as coisas menos necessárias no meio do caminho e abace se interessando por algo
__ No corredor central do supermercado ficam localizados os produtos promocionais e os chamados objetos de desejo: coisas inúteis mas que geralmente as pessoas gostariam de ter
__ Sempre há muitas promoções, anúncios sonoros e visuais, cartazes grandes, espalhafatosos e coloridos, explorando as cores vermelha e laranja
__ Os objetos são organizados à imagem e semelhança do que a pessoa imaginaria em casa. As fruteiras são colocadas junto aos forros de mesa. Os objetos são sempre dispostos para que uma coisa possa combinar e 'puxar' a outra
__ Os produtos que a gente sempre esquece de comprar ficam próximos aos caixas, e sempre há um objeto de desejo ao lado, como caixas de fósforos ao lado de bombons
__ Presença de mulheres consideradas bonitas fisicamente como promotoras de produtos, oferecendo bebidas e novidades do mundo culinário.

"Privatizaram sua vida, seu trabalho, sua hora de amar e seu direito de pensar.
É da empresa privada o seu passo em frente, seu pão e seu salário. E agora não contente querem privatizar o conhecimento, a sabedoria, o pensamento, que só à humanidade pertence." - Bertolt Brecht (1898-1956)
no As árvores são fáceis de achar

Na hora do sexo.....


la no acidez feminina

quinta-feira, 23 de junho de 2011

Nuvem de cinzas do vulcão chileno deve atingir Braxília


A monumental nuvem de cinzas provenientes da erupção do vulcão chileno Puyehue deve atingir Braxília nas próximas horas, estacionar sobre o Congresso Irracional, afunilar como se fora um tufão às avessas e invadir os pulmões da Câmara (de Gás) dos Deputados e do Senado Celerado, penetrando as ventas dos congressistas, provocando uma intoxicação maravilhosa, faxina só comparável à peste negra na Idade Média.
A visão da catástrofe (ou seria “assepsia”?!) foi a mim revelada por uma cigana obesa com vestido de chita (até então, eu me borrava de medo dos ciganos) e prevê que a fumaça vulcânica deva chegar ao Plano Pilates na quarta-feira, dia da semana em que a maioria dos senadores e deputados finalmente dá as caras na cidade, tomando cafezinho nos subterrâneos, fazendo conchavos, xavecando a mulherada e vendendo suas almas ao diabo.
Se Deus quiser (palavras ditas, não por mim, mas pela gorducha sensitiva), a atmosfera venenosa vai invadir o espaço aéreo daquele prédio público, ceifando a vida dos vendidos. Sobrarão apenas os parlamentares éticos de moral ilibada (bonito, não?!). Ou seja, uma espécie de “imunidade parlamentar do bem” garantirá a vida dos raros homens honestos que circulam naquele antro oficial. Os demais cidadãos de Braxília nada devem temer, tampouco se apavorar com este curioso fenômeno da natureza.....

CCJ mantém reeleição para chefes do Executivo

FHC que mudou a regra do jogo durante a partida
A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou nesta quarta-feira (22) parecer de Renan Calheiros (PMDB-AL) que, contrário à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 38/2011, mantém a possibilidade de reeleição para chefes do Executivo (presidente da República, prefeitos e governadores). Acatado o relatório de Renan, a proposição segue para a apreciação em plenário.
O segundo mandato para chefes do Executivo estava vetado no texto da PEC, submetido à análise da Comissão Especial de Reforma Política instalada no Senado. De autoria do presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP), a PEC promove uma minirreforma política no país, alterando principalmente pontos da legislação eleitoral.
Os integrantes da comissão favoráveis ao fim do segundo mandato consecutivo argumentavam que o procedimento retoma uma tradição republicana datada da Proclamação da República, até que a “Emenda da Reeleição”, articulada pela base aliada do então presidente Fernando Henrique Cardoso no Congresso, foi aprovada em 1997 – com direito a denúncia de compra de apoio parlamentar para aprová-la.
Outras críticas dos senadores contra a reeleição davam conta de que o titular sai em vantagem em relação aos adversários nas disputas eleitorais, uma vez que dispõe da máquina administrativa e das realizações do governo para influenciar a escolha do eleitorado.
Em sua justificativa, Renan alegou a “insuficiência do mandato de quatro anos”. “A magnitude e a complexidade das tarefas que se apresentavam a presidentes, governadores e prefeitos exigiam um período maior de continuidade no cargo. Um período de pouco mais de três anos de governo, se considerada as transições inicial e final, não seriam, portanto, bastante para que os projetos de impactos fossem planejados, concretizados e avaliados”, observou Renan, para quem a reeleição possibilitaria ainda ao eleitor o “poder de veto” à recondução do titular, caso sua gestão não tivesse apresentado o resultado satisfatório.
Para Renan, a recondução serviria também para o “aprimoramento político de eleitores”. “A reeleição ensejaria um processo virtuoso de aprendizado mediante o qual os eleitores, de um lado, podem decidir por premiar os bons governantes com mandato adicional ou punir os maus governantes com a recusa desse mandato. De outro lado, por esse mesmo raciocínio, os governantes teriam novas razões para cuidar do seu desempenho à frente dos negócios públicos”, ponderou Renan.
Fábio Góis
By: Correio do Brasil

Estudo diz que Lula superou FHC e reconhece herança maldita

Colunistas da grande imprensa andaram compondo odes ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (18/6/1931) por conta da comemoração de seus bem vividos 80 anos. Alguns textos foram constrangedoramente bajuladores. Esses mesmos colunistas, porém, tratam o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva com desdém e ironia.

É hora de colocar os pingos nos is. Os colunistas da imprensa ubilicalmente ligada ao projeto de poder do PSDB – ou de seus caciques de cocares mais empenados – podem fazer suas escolhas políticas, mas precisam parar de mentir ao negar que o governo Lula foi melhor do que o de FHC e que este legou àquele uma herança maldita........

Política sem políticos


Não faz muito tempo li qualquer coisa sobre a intenção de um grupo de empresários - ou seriam banqueiros? - de criar um partido político, usando como argumento maior de sua odisseia o fato de que a nova agremiação não teria políticos e seria dirigida por pessoas acostumadas a administrar seus bens......

Separados no nascimento?

Mórbida semelhança
Do lado direito, o simpático Sloth dos Goonies. À esquerda, seu irmão gêmeo maligno, deputado federal João Campos (PSDB-GO), atual líder da Frente Parlamentar Homofóbica Evangélica, e concorrente ao cargo de Homofóbico-Mor da Nação.
 Esquerdopata, 

TEXTO PARA REFLEXÃO:MENTIRA, COVARDIA E EGOÍSMO


MENTIRA, COVARDIA E EGOÍSMO

A pessoa MENTE porque é COVARDE e esta covardia se deve ao fato de seu EGOÍSMO fazer com que ela de alguma forma, se beneficie desta mentira, sem se importar com o mal que fará aos outros.

O indivíduo mente, acredita na própria mentira, finge-se de ofendido se questionado e quando não tem saída, tenta justificar o injustificável, atacando, arrumando pretextos, se fazendo de vítima ou mentindo mais ainda. 

Isso se chama DISSIMULAÇÃO, MALDADE E FALTA DE CARÁTER !!!!!

Os que agem desta forma, são justamente os que mais julgam o comportamento dos outros, esquecendo-se do seu próprio.

Não estamos falando da "mentirinha" usada para surpreender alguém ou para descontrair. Falamos da mentira que destroi, humilha e engana buscando vantagem, encobrindo a covardia ou falta de caráter. Os mentirosos de plantão, que se julgam ótimos atores e que normalmente se gabam disso, constumam falar muito de "mentiras construtivas" ou "mentiras necessárias" para justificar seus atos. Não se esqueçam de que existe uma linha tênue separando o "necessário" daquilo que é CONVENIENTE.


Fonte: www.avt.com.br

A crise na Europa e uma esquerda desorientada

A conversão massiva ao mercado e a globalização neoliberal, a renúncia à defesa dos pobres, do Estado de bem estar e do setor público, a nova aliança com o capital financeiro, despojaram a social-democracia europeia dos principais traços de sua identidade. A cada dia fica mais difícil para os cidadãos distinguir entre uma política de direita e outra “de esquerda”, já que ambas respondem às exigências dos senhores financeiros do mundo. Por acaso, a suprema astúcia destes não consistiu em colocar a um “socialista” na direção do FMI com a missão de impor a seus amigos “socialistas” da Grécia, Portugal e Espanha os implacáveis planos de ajuste neoliberal? O artigo é de Ignacio Ramonet.
Ignacio Ramonet, Carta Maior

Um dos homens mais poderosos do mundo (chefe da maior instituição financeira do planeta) agride sexualmente a uma das pessoas mais vulneráveis do mundo (modesta imigrante africana). Em sua desnuda concisão, esta imagem resume, com a força expressiva de uma foto de jornal, uma das características medulares de nossa era: a violência das desigualdades. O que torna mais patético o caso do ex-diretor gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI) e líder da ala direita do Partido Socialista francês, Dominique Strauss-Kahn é que, se confirmado, seu desmoronamento constitui uma metáfora do atual descalabro moral da socialdemocracia. Com o agravante de que revela, ao mesmo tempo, na França, as carências de um sistema midiático cúmplice.

Tudo isso deixa extremamente indignados muitos eleitores da esquerda na Europa, cada vez mais induzidos – como mostraram na Espanha as eleições municipais e autonômicas do dia 22 de março – a adotar três formas de rechaço: o abstencionismo radical, o voto na direita populista ou o protesto indignado nas praças.

Naturalmente, o ex-chefe do FMI e ex-candidato socialista à eleição presidencial francesa de 2012, acusado de agressão sexual e de tentativa de violação pela camareira de um hotel de Nova York no dia 14 de maio, goza de presunção de inocência até que a justiça estadunidense se pronuncie. Mas a atitude mostrada, na França, pelos líderes socialistas e muitos intelectuais de “esquerda”, amigos do acusado, precipitando-se diante de câmaras e microfones, para fazer imediatamente uma defesa incondicional de Strauss-Kahn, apresentando-o como o principal prejudicado, evocando complôs e “maquinações”, foi realmente vexatória.”
Artigo Completo,
 ::Aqui::

Taxa de desemprego fecha em 6,4%, a menor já registrada para o mês de maio desde 2002

Saiba quais são as chances de sua mulher concordar com você


As chances de sua mulher concordar com uma opinião sua são cem vezes menores que acertar na mega-sena, que é de cerca de 53 milhões de vezes para uma. Portanto, vá tentando...









 by:interrogações
  

Controvérsia sobre dívida pública do Brasil

Recebo as informações que reproduzo abaixo:
O jornal Estado de São Paulo reproduz o dado divulgado pelo governo, de que a dívida pública (interna e externa) teria chegado a R$ 1,746 trilhão em maio. Porém.....