sábado, 30 de abril de 2011

Oposição ainda tem muito fôlego

A desintegração dos partidos de oposição começou a se desenhar logo após a vitória de Dilma Rousseff, em 31 de outubro de 2010, e, de lá para cá, acentuou-se severamente apesar de o adversário dela no segundo turno da eleição presidencial, José Serra, ter obtido um percentual significativo de votos.
Este texto procura entender e explicar por que, apesar de uma votação que não deixa de ser expressiva, a oposição mergulhou nesse processo autofágico......

“A Doutrina do Choque - A Ascensão do Capitalismo de Desastre”

Filme-documentário baseado no livro-denúncia “A Doutrina do Choque - A Ascensão do Capitalismo de Desastre”, da pesquisadora e ativista política Naomi Klein.

A Doutrina do Choque from Muito Aterrorizado on Vimeo.


É imperativo difundir este vídeo. Ponham nos vossos blogs, murais, mandem o link por mail, façam download. Primeiro caiu a Grécia, depois caiu a Irlanda, Portugal acabou de cair e a seguir é a Espanha. Para entender qual é o verdadeiro objetivo da consequência da entrada do FMI, é essencial ver este filme.
vi no, redecastorphoto

Folha hipocrita

É patética essa  matéria aqui . O presidente de um banco não pode ir a um evento cultural levando seus filhos ou a esposa? Deixa de hipocrisia, Folha! A Filha de FHC era funcionária fantasma no senado e ninguém perguntou para ele o que achava disso!

TC julga irregulares contas de Endurb em 2007 e aponta dívida milionária da empresa municipal


Saulo Gil- IMPRENSA LIVRE

O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo julgou irregulares as contas da Empresa Municipal de Desenvolvimento Urbano durante o exercício de 2007. Além de um déficit de quase R$ 300 mil no referido ano, os Conselheiros do TCE ainda citaram débitos milionários não quitados com relação aos tributos federal e estadual e ressaltaram ilegalidades na composição da diretoria da Emdurb na época.
sugado do blog, Ubatuba News

ZéSchwarzenegger estará em novo “Exterminador”

Desculpem os erros de revisão!

Schwarzenegger encarnou o personagem
do ciborgue vingador em três filmes da série
Ele prometeu que voltaria, e é isso que ZéSerra Arnold Schwarzenegger vai fazer. O ex-governador de São Paulo da Califórnia está definido para estrelar um novo episódio da série de filmes O Exterminador do Futuro, que está sendo oferecido ao PSD a estúdios de Hollywood, disse uma fonte tucana do setor.
ZéSerra Schwarzenegger, 63 anos, encarnou o personagem do ciborgue vingador em três eleições filmes da série, com seu bordão I’ll be back (“eu voltarei”). O papel fez do grandalhão um dos mais bem sucedidos astros da tucanalha paulista de Hollywood nas últimas décadas.
Em outubro janeiro, ZéSerra Schwarzenegger concluiu sua segunda tentativa seu segundo  mandato como governador, e no mês seguinte anunciou que estava pronto para voltar às telas da Globo. Ele já disse também que está desenvolvendo um programa de TV e uma revista em quadrinhos baseada no seu apelido político, Nosferatu The Governator.
O site de cinema Deadline Hollywood informou que o partido tucano a agência Creative Arts Agency (CAA), que tem ZéSerra Schwarzenegger sob contrato, está apresentando nesta semana aos grandes estúdios de Hollywood uma proposta para realizar um quinto episódio do Exterminador (o quarto foi protagonizado por Geraldo Alckmin Sam Worthington). Roberto Freire A CAA não quis comentar.
O Deadline Hollywood disse que o projeto ainda não tem roteirista. Não está claro se o diretor FHC James Cameron, que escreveu e dirigiu o primeiro Exterminador, em 2002 1984, estaria ligado ao novo partidofilme.
Com informações do Correio do Brasil

Usando a cabeça pra viver melhor


Como você toma as decisões sobre a sua vida e o futuro da sua família?
Quem é que você acha a pessoa mais apropriada para casar com você?
Quem é que você acha mais apropriado para ser professor do seu filho?
Quem é que você acha mais apropriado para ser o oncologista que vai tratar do câncer de um ente querido?
Quem você escolheria para ser seu sócio num negócio?
Alguém que acredite em tudo o que se diz por aí, que não se preocupa nada em saber se o que ouve é verdade e sai por aí repetindo as coisas que escuta sem verificá-las, ou alguém que  é ponderado, que verifica direito e analisa bem as informações que recebe? Qual é a credibilidade que tem alguém que afirma a veracidade das coisas sem comprová-las?
Vamos analisar alguns cenários…

Desagregação tucana só se acentua



Image
FHC
Nem o maior festival de fisiologismo e aparelhamento da máquina na história recente de São Paulo, promovido por serristas, alckmistas e pelo prefeito da Capital, Gilberto Kassab, está conseguindo conter a desintegração do PSDB paulista.
Tampouco, o trabalho do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, correndo por fora e fazendo o que pode, contém o processo de desagregação na maior base nacional tucana.
Agora é o ex-deputado e ex-secretário de Estado Ricardo Montoro que, sentindo-se em "isolamento" há uma semana, sinaliza que vai deixar o partido. Ricardo é filho do ex-governador Franco Montoro, fundador, decano e figura histórica do tucanato.Será o 9º integrante de peso a abandonar o barco do tucanato paulista, depois do ex-ministro da Fazenda, Luís Carlos Bresser Pereira, há três semanas; dos seis vereadores paulistanos na semana passada; e do secretário municipal Walter Feldman - nomeado "embaixador" em Londres pelo prefeito Gilberto Kassab - esta semana.

10 traços da personalidade do povo brasileiro

Esse papo de que o brasileiro é feliz, de bem com a vida, persistente e receptivo, comigo não cola. Em alguns casos até que sim. Mas no geral, pelo que vivencio e observo, a nossa sociedade é um tanto quanto problemática.

Então resolvi listar 10 coisas que atrasam o povo brasileiro. 10 dentre tantas. E procurei não dizer citar as mais óbvias e comuns, como: corrupção, impostos e essas coisas de política.


1 - Falta de nacionalismo: Brasileiro acha que ser nacionalista, ter amor à pátria é torcer pra seleção de futebol. E mesmo assim, só na Copa do Mundo. Se for em outra época ou em outro esporte tanto faz. Mas na Copa temos que mostrar nosso orgulho de ser brasileiro. É a mesma convera de que exercemos a democracia apenas na hora do voto. Aí, quando mostram o patriotismo dos norte-americanos, ingleses e chineses, dizemos que eles são neuróticos.

2 - Povo manipulável: As pessoas se acostumam e são condicionadas a sempre ouvir um lado da história, e tomam isso como verdade. Os meios de comunicação determinam o modo como a sociedade brasileira pensa e age. Julga, pré-julga e pós-julga no mesmo ritmo da televisão (só pra citar a principal)




3 - Curiosidade bossal: Brasileiro é curioso demais. Cruz credo! Não sei se é por causa das novelas, de ficar acompanhando a vida dos outros, mas é irritante isso. Brasileiro adora viver a vida dos outros, e dar opinião. Por isso que Big Brother aqui faz sucesso.

4 - Copia tudo: Essa eu acho que é a que mais me estressa. O brasileiro e sua mania de copiar tudo o que é de fora. Sempre quando eu vejo alguma novidade, seja na televisão ou em alguma empresa, eu já desconfio de que foi copiado. O Brasil está perdendo a sua identidade, a sua cultura, para se "adaptar" ao mundo. Nos telejornais é tudo copiado. A central de jornalismo ao fundo, o letreiro com as notícias no rodapé, a ordem das notícias, a disposição, tudo, tudo, tudo. Isso sem contar os programas né. tudo cópia: Show do milhão, CQC, A Liga, O aprendiz, os rídiculos programas da manhã. E o pior é que se um brasileiro chegar com uma ideia, eles vetam, mas se for algo que deu certo no exterior, eles compram e copiam.

5 - Consumista: No Brasil você vale pelo que você tem, e não pelo que é, pelo que pensa, pelo que fez. De pouco vale você falar 3 idiomas, ter escritos livros, ter mestrado, doutorado, fazer trabalho filantrópico, se você não tem um carro, um celular último modelo, um iPad, uma Tv de plasma. Nossos jovens se preocupam em logo ter um carro, uma corrente de prata, um tênis de R$500,00 do que ter experiências de vida. Feriados aqui (dia das mães, natal, páscoa) são para vender, consumir, para o comércio bater recorde de vendas.

6 - Lentidão: No Brasil tudo é lento, tudo demora. Començando lá no alto, na escala política, em que sabe lá Deus quando teremos uma reforma política, privendenciária, penintenciária. Porra! Aqui é tão lento que nem lei pra internet existe. Até na escala menor, na individual, em que eu sei que você já vem adiando a muito tempo a arrumação do seu quarto. O Brasileiro tem mania de deixar tudo pra última hora. E adora uma fila, nunca vi. Lentidão é aqui mesmo

7 - Falta de Planejamento:Aproveitando o final no número 6, em que o brasileiro deixa sempre pra última hora. As filas são um claro reflexo disso. Sem contar casos maiores, como a falta de estacionamentos, a declaração de imposto de renda deixada pra última hora.  Brasileiro é muito imediatista. Quer tudo pra ontem, mas quando é pra ele fazer, aí pode esperar.


8 - Não sabe prostestar: Brasileiro acha que fazer faixa e ficar gritando na porta de repartições e empresas, resolve. E agora a moda é prostetar pela internet. Muito comodo é intelectual né, ficar revoltado pelo orkut e twitter. Ô povo acomodade é burro pra cacete. Os poderosos aqui só aprendem quando dói no bolso ou sua reputação é abalada.

9 - Falta de variedade: No Brasil não existe variedade. Quando uma coisa é pensanda de certa maneira, só é feita de tal modo. A qualidade de vida é sempre deixada de lado para se lucrar o máximo. Uma faculdade é construída apenas com salas. Biblioteca, quadra de esportes, área de lazer não interessa, não dá lucro.




10 - Sem noção de comunidade: A cada dia o brasileiro está mais globalizado, mas em compensação mais individualista e menos sociável, isso no sentido de viver em comunidade. Cada vez mais os vizinhos menos se conhecem e a preocupação é maior com o que é distante do que com o que é próximo.



Charge do Bessinha

Governo vai criar 8 milhões de vagas em cursos de educação profissional

Amanda Cieglinski, Agência Brasil

“O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), lançado hoje (28) pela presidenta Dilma Rousseff, tem como meta oferecer 8 milhões de vagas, até 2014, na educação profissional para estudantes do ensino médio e trabalhadores que necessitam de qualificação. O programa prevê a ampliação das redes federal e estaduais de educação profissional, pagamento de bolsa formação para trabalhadores e estudantes, aumento das vagas gratuitas em cursos do Sistema S e a extensão do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para cursos técnicos.

As vagas serão oferecidas por instituições públicas e privadas e pelo Sistema S (Sesi, Senai, Sesc e Senac), em cursos presenciais e à distância. Promessa de campanha da presidenta, o programa foi pensado inicialmente como ferramenta para melhorar o ensino médio, ampliando a formação do aluno, em cursos profissionalizantes integrados ao ensino regular. Mas a iniciativa vai incluir também trabalhadores interessados em qualificação profissional.

Trabalhadores reincidentes no seguro-desemprego serão recrutados para participar de cursos profissionalizantes em instituições públicas ou do Sistema S. Eles serão orientados sobre o tipo de curso e a área em que podem se capacitar. Após a matrícula, a frequência do aluno será controlada e ele só receberá o seguro-desemprego se comparecer às aulas.”
Matéria Completa, 
::Aqui::

sexta-feira, 29 de abril de 2011

A desindustrialização do Brasil

O sonho que o Brasil está sonhando quase unanimemente de se tornar uma potência industrializada, um país mais justo e sem miséria, é factível. Essa quase totalidade dos brasileiros tem razões para sonhar. Todavia, há uma barreira que separa este povo de seu sonho. É invisível para quase todos, mas está lá. E uma hora aparecerá.
Por suas dimensões continentais, pelas massas humanas que abriga em seu território imenso e rico em recursos naturais como poucos, o Brasil precisa atingir um patamar de desenvolvimento que, apesar de a maioria não saber, vai ficando cada vez mais distante. Um país como este não pode almejar se tornar o que almeja se não se industrializar......

Tucanos à beira da extinção, alerta Ibama




Embora estejam cheios de amor pra dar, os tucanos não conseguem se reproduzir em cativeiro.
MATA ATLÂNTICA – A revoada de vereadores e deputados do ninho do PSDB, assim como os ataques de predadores kassabistas, ameaçam os tucanos de extinção. O grave alerta foi divulgado na manhã de hoje em Brasília pelo Ibama, instituto que monitora as espécies ameaçadas nos biomas brasileiros. Segundo o Ibama, os tucanos estariam sendo vítimas, ainda, de uma doença crônica das matas tropicias, ogovenismus cronicus.
“O tucano era uma ave comum no cerrado e já foi até considerado uma praga no Planalto Central”, disse o ambientalista Paulo Nogueira Neto, presidente emérito do WWF. “Hoje em dia, é possível passar um dia inteiro no Congresso sem encontrar um único espécime sequer.”
A WWF também decidiu reclassificar o status da ave após o anúncio de que Walter Feldman, um dos fundadores do PSDB, está deixando o ninho. “Se até os tucanos históricos estão debandando, em breve não sobrará um único exemplar sequer para contar a história se não fizermos nada”, afirmou Marina Silva.
As medidas para salvar os tucanos da extinção dividem os especialistas. Um espécime de Minas foi apontado como capaz de garantir a perpetuação da espécie, mas estava bêbado demais para se reproduzir. Um espécime paulista de hábitos noturnos foi cogitado para liderar os poucos tucanos que restam, mas um exame mais detido revelou que se tratava de uma coruja. Foi proposta a criação de um corredor ecológico entre Brasília e São Paulo para a reprodução das aves. Empreiteiras já discutem nos bastidores quem vai ganhar a licitação para a obra.
Diante da ameaça, o cineasta Carlos Saldanha já trabalha no roteiro de uma sequência para a animação Rio. No novo filme da série, um tucano exilado em Nova York é trazido de volta ao Brasil para se reproduzir e salvar a espécie.
By: The i-Piauí Herald

Oferta e preço do álcool deve voltar ao normal, diz Fazenda


A partir de maio o abastecimento de álcool combustível deverá ser normalizado nos postos e, com isso, os preços devem começar a cair. A informação foi dada nesta quinta-feira pelo secretário-adjunto de política econômica do Ministério da Fazenda, Gilson Bittencourt.

Segundo ele, com o fim do período de entressafra da cana de açúcar e a moagem do produto agora em abril, o produtores já terão condições de oferecer o produto.

O secretário-adjunto informou ainda que teve um encontro ontem com representantes da UNICA (União da Indústria de Cana-de-Açúcar) e eles garantiram que a tendência é que isso seja regularizado em breve.

"Nós estamos no final do período de entressafra, agora também é uma questão de logística entre o produto sair da usina e chegar aos postos. A partir de maio, o preço deve começar a cair", afirmou Gilson Bittencourt.

Bitterncourt disse ainda que com a queda dos preços do álcool, existe a possibilidade do preço da gasolina cair também.

"Se tiver mais álcool, você força uma menor demanda do álcool anidro [que é misturado a gasolina]. Isso tende a baixar o preço do álcool anidro e consequentemente da gasolina. Quanto mais cair um, mais tende a cair outro", declarou.

Folha

Buuuuu......É por isso que eu sou contra o Lula

Sugestão do leitor Germano, de Campinas


Luis Fernando Verissimo - O Estado de S.Paulo

Diálogo urbano, no meio de um engarrafamento. Carro a carro.

- É nisso que deu, oito anos de governo Lula. Este caos. Todo o mundo com carro, e todos os carros na rua ao mesmo tempo. Não tem mais hora de pique, agora é pique o dia inteiro. Foram criar a tal nova classe média e o resultado está aí: ninguém consegue mais se mexer. E não é só o trânsito. As lojas estão cheias. Há filas para comprar em toda parte. E vá tentar viajar de avião. Até para o exterior - tudo lotado. Um inferno. Será que não previram isto? Será que ninguém se deu conta dos efeitos que uma distribuição de renda irresponsável teria sobre a população e a economia? Que botar dinheiro na mão das pessoas só criaria esta confusão? Razão tinha quem dizia que um governo do PT seria um desastre, que era melhor emigrar. Quem pode viver em meio a uma euforia assim? E o pior: a nova classe média não sabe consumir. Não está acostumada a comprar certas coisas. Já vi gente apertando secador de cabelo e lepitopi como e fosse manga na feira. É constrangedor. E as ruas estão cheias de motoristas novatos com seu primeiro carro, com acesso ao seu primeiro acelerador e ao seu primeiro delírio de velocidade. O perigo só não é maior porque o trânsito não anda. É por isso que eu sou contra o Lula, contra o que ele e o PT fizeram com este país. Viver no Brasil ficou insuportável.

- A nova classe média nos descaracterizou?

- Exatamente. Nós não éramos assim. Nós nunca fomos assim. Lula acabou com o que tínhamos de mais nosso, que era a pirâmide social. Uma coisa antiga, sólida, estruturada...

- Buuu para o Lula, então?

- Buuu para o Lula!

- E buuu para o Fernando Henrique?

- Buuu para o... Como, "buuu para o Fernando Henrique"?!

- Não é o que estão dizendo? Que tudo que está aí começou com o Fernando Henrique? Que só o que o Lula fez foi continuar o que já tinha sido começado? Que o governo Lula foi irrelevante?

- Sim. Não. Quer dizer...

- Se você concorda que o governo Lula foi apenas o governo Fernando Henrique de barba, está dizendo que o verdadeiro culpado do caos é o Fernando Henrique.

- Claro que não. Se o responsável fosse o Fernando Henrique eu não chamaria de caos, nem seria contra.

- Por quê?

- Porque um é um e o outro é outro, e eu prefiro o outro.

- Então você não acha que Lula foi irrelevante e só continuou o que o Fernando Henrique começou, como dizem os que defendem o Fernando Henrique?

- Acho, mas...

Nesse momento o trânsito começou a andar e o diálogo acabou.

“Casamento real” e os súditos da mídia

A busca por audiência não deve ser a única justificativa para a overdose midiática na cobertura do “Casamento Real”. Revistonas dão capas melosas para a união do príncipe William com a “plebéia” Kate. Jornalões gastam papel com fofocas e futricas. O pior, porém, ocorre nas emissoras de televisão – em todas elas, sem exceção. Blocos e blocos nos telejornais para divulgar banalidades.

A mídia corporativa parece adorar a vassalagem. É servil diante das monstruosidades imperiais dos EUA, assim como é vassala diante da monarquia decadente da Grã-Bretanha. A mídia dominante reproduz a ideologia das classes dominantes. Criminaliza os pobres e reverencia os ricaços – inclusive as ostentações e sandices da decrépita “família real”.....

Que tal trocar de medo?


“A vida é curta, mas ela é muito mais saborosa quando ousamos e aprendemos a lidar com as variáveis
Flávio Augusto, Brasil 247

Todos nós sentimos algum tipo de medo: medo de altura, de escuro, medo do desconhecido, do futuro, da violência urbana, medo de ser demitido etc.

O medo está ligado a um sentimento de auto-preservação comum em todas as espécies. Por isso, se você tem os seus medos, não há motivos para se envergonhar. No entanto, se esse sentimento ultrapassa alguns limites, ele pode se transformar em uma das inúmeras patologias populares da sociedade moderna, como a síndrome do pânico, o pavor noturno, a anorexia, entre muitas outras.

As causas desses transtornos psicológicos geralmente são associadas ao estilo de vida, à correria do dia a dia e ao stress. Eu não sou médico e não tenho autoridade alguma para me aprofundar sobre qualquer uma dessas patologias, porém, há um tipo de comportamento que tenho observado em muitos profissionais ao longo desses mais de 16 anos empreendendo: o medo de fracassar.

Este assunto beira ao clichê ou a mais um dos temas corriqueiros de autoajuda. Entretanto, mesmo sendo uma questão tão comum e debatida, percebo que, nos últimos anos, este problema tem ganhado maiores proporções e atingido todos os níveis dentro da hierarquia de uma companhia, podando a criatividade e limitando o potencial produtivo de muitos profissionais.

São várias as razões para o desenvolvimento do medo de fracassar: o desejo exacerbado por aceitação, a busca por admiração ou até mesmo por um impulso compulsivo, sem uma razão consciente, são algumas delas. Seja qual for o motivo, o medo de fracassar tem assombrado milhões de pessoas, de todas as idades, em todo o mundo.”
Artigo Completo,
 ::Aqui::

Voto Distrital


Gostei!!, e você o que acha ? Seria uma boa solução?

Classe média racista e preconceituosa tem uma solução pra tudo: 'Basta tirá-los dali'.

Mendigos nas ruas? - Basta tirá-los dali. Menores consumindo crack? - Basta tirá-los dali. Prostitutas na calçada? - Basta tirá-las dali. Excesso de carros nas ruas? - Basta tirá-los dali. Sem terra invadindo terras improdutivas? - Basta tirá-los dali. Sem teto invadindo prédios desocupados? - Basta tirá-los dali. Moradores em áreas de risco? - Basta tirá-los dali. Favelas? - Basta tirá-los dali.
E colocar onde?
Isso não querem saber: acham que políticos foram eleitos para isso. Querem que eles façam o serviço sujo.
À direita e à esquerda muitos querem a solução simplista da classe mérdia: - Basta tirá-los dali. Mesmo que para isso seja necessário chamar a polícia.
Ou seja: mendigos, sem-teto, sem terra, prostitutas, drogados, todos são caso de polícia.
Não são não. Polícia é para quem precisa de polícia. Eles precisam é de política com P maiúsculo: política social, inclusão. Cidadania. Não temos que tirá-los dali. Temos que incluí-los aqui.
Somos humanos; isso, em suma, é o que somos.

do blog do Jader Resende

A volta de Delúbio Soares

Os jornalões e jornalistas do PIG estão histéricos porque Delúbio Soares vai ser refiliado ao PT.
A ira deles foi desencadeada pela fidelidade partidária do Delúbio, que se recusou a dividir responsabilidades com quem quer que fosse mesmo tendo sido expulso do partido por conta do tal mensalão – que nunca passou de caixa 2, ou, como diz o Delúbio, dinheiro não contabilizado. Delúbio Soares manteve-se fiel ao partido, longe do PIG, e aguarda com serenidade o julgamento do STF. 
O PIG e a oposição raivosa e virulenta queriam que Delúbio mentisse, inventasse e incriminasse o presidente Lula. Nem o Roberto Jefferson teve coragem de fazer isso, porque ele sabia que Lula era inocente nesse esquema de caixa 2.

Nas CPIs criadas exclusivamente para derrubar o governo Lula e acabar com o PT, Delúbio Soares foi massacrado pela mídia do PIG e pela oposição feroz e virulenta; sofreu tortura psicológica, ameaças de prisão e ofensas por parte de seus inquisidores.

Aliás, a grande maioria desses inquisidores, como ficou demonstrado no decorrer do tempo, estavam desde sempre envolvidos em corrupção, desvio de verbas do Senado e da Câmara, desvio de verbas públicas para obras, maracutaias com dinheiro não contabilizado. Nenhum deles foi penalizado como Delúbio Soares.

É o caso de Eduardo Azeredo, ex-senador do PSDB e mentor do mensalão de MG: é réu no STF e mesmo assim elegeu-se deputado federal pelo PSDB. O PIG não deu uma linha por conta disso e muito menos pelo fato do Azeredo não ter sido expulso do PSDB.

Delúbio, nesses anos todos, dedicou-se a escrever artigos enaltecendo o Brasil, mostrando o quanto o governo Lula foi bom para o país e para o povo brasileiro, divulgando realizações que o PIG faz questão de esconder. Delúbio Soares é um homem de fibra, além de ser extremamente inteligente e culto. Delúbio Soares merece voltar aos quadros do PT.

Jussara Seixas

Para entender a guerra do PSDB paulista

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Os interesses e os partidos

Dizia Tancredo que Fernando Lyra tem narinas de cheirar os ventos da política. O pernambucano foi cáustico, mas não lhe faltaram argúcia e coragem, para dizer que não há partidos políticos no Brasil. Poupou, devido a razões aceitáveis, o PSB, hoje liderado, entre outras personalidades, pelo governador de seu estado. É também certo que o PSB teve origem ideológica, tendo nascido da famosa Esquerda Democrática da UDN, que surgiu em Minas, com o Manifesto dos Mineiros. Fundado por João Mangabeira, que não pensava exatamente como seu irmão, o partido era liderado por homens de convicção, como os intelectuais Domingos Velasco e Hermes Lima. Mesmo com essa origem, o PSB sofreu sucessivas crises de identidade, servindo de garupa para notórios oportunistas, como é o caso exemplar do locutor de rádio Garotinho e de sua mulher.
No processo de transição constitucional de 1945-46, contrapôs-se à UDN o PSD (Partido Social Democrático) também fundado em Minas, por iniciativa de Benedito Valadares. O terceiro partido, em ordem de grandeza, o PTB, já nasceu nacional, por ter sido criado por Getúlio Vargas. Por isso mesmo, no Brasil, foram os líderes que fizeram e desfizeram os partidos – e sempre de acordo com as circunstâncias regionais.
O PSDB nasceu de uma ruptura do PMDB, nos dois estados em que o partido de oposição à ditadura era mais forte, em São Paulo e em Minas. Alguns dirigentes, sem apetite para a luta interna, insurgiram-se contra o governador Orestes Quércia, em São Paulo, e Newton Cardoso, em Minas. Não tiveram paciência, essa indispensável virtude política – e sob o pretexto da ética, promoveram a cisão. Enquanto os dissidentes se limitaram ao comando de Minas e de São Paulo, as coisas caminharam. Mas, quando o mineiro Itamar Franco levou Fernando Henrique à presidência da República, os tucanos paulistas se sentiram em condições de transformar sua hegemonia econômica sobre o Brasil em ditadura política sobre o partido nos estados, e, em conseqüência, por intermédio do governo federal. No fundo se trata de uma velha disputa entre as elites de São Paulo, de visão favorável à internacionalização da economia, e os outros brasileiros, de sentimentos nacionalistas, que são mais nítidos em Minas, como se revelou na ruptura de Itamar com Fernando Henrique, na defesa da Cemig e de Furnas. Essa situação se torna mais complicada hoje, quando a presidência da República está ocupada pela mineira Dilma Roussef. Assim como ninguém nasce impunemente em São Paulo, ninguém nasce sem Weltanschauung nacionalista em Minas. Quinta-feira, em Ouro Preto, não só ao evocar Tiradentes, mas ao solidarizar-se com o povo de Ouro Preto que, pela palavra do prefeito Ângelo Oswaldo, denunciou o saqueio de Minas pelas empresas mineradoras, ela reafirmou o seu DNA político montanhês. E não era para menos: na paisagem da região, aos buracos das lavras de ouro se acrescentam as paisagens amputadas e áridas, pela desmedida ânsia de lucro, fácil e rápido, das mineradoras de hoje.
Na base do raciocínio político, há apenas dois partidos: os conservadores e os progressistas. Na confusão semântica de nosso tempo, os conservadores se identificam como liberais, e os liberais políticos do passado se encontram hoje na esquerda.
Como bem apontou Lyra, o PT tampouco chega a ser um partido. Sendo uma federação de tendências, não foi capaz de impor um candidato seu à sucessão de Lula que, para não fragmentar a agremiação, foi buscar Dilma, um quadro recente, vinda do PDT de Brizola, para vencer o pleito presidencial.
A crise do PSDB de São Paulo é o início de nova reconfiguração do quadro político, com o surgimento de novas legendas, sempre chochas de idéias, mas, como de costume, infladas de interesses.
E é com esse leviano simulacro de organizações partidárias que querem instituir o sistema de listas fechadas.
Mauro Santayana
By: Gilson Sampaio, via Com textolivre

PSDB utiliza R$ 32 mil do Fundo Partidário para comprar ração animal

Depois da falta de exemplo do tucano Aécio Neves ao dirigir alcoolizado, com carteira de habilitação vencida, e negar-se a fazer o teste do bafômetro...
Depois de o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso pedir para o PSDB esquecer o povão e dar atenção apenas aos ricos...
O Partido do Senador Dirigindo Bêbado dá mais um exemplo para a nação brasileira...
Na Paraíba, o PSDB utilizou o dinheiro do fundo partidário para comprar... RAÇÃO PARA CACHORRO!
*************
PSDB da PB utiliza R$ 32 mil do Fundo Partidário para comprar, entre outras coisas, ração animal
“Não podemos apenas aplicar essa pena, pois o caso é grave”
A Corte do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) ficou surpresa na tarde desta terça-feira (26) ao analisar as contas do PSDB paraibano referente ao exercício financeiro de 2009. É que a direção estadual do PSDB paraibano utilizou R$ 32 mil do Fundo Partidário para, entre outras coisas, comprar ração animal.
Ao relatar o fato, o desembargador Genésio Gomes chegou a conclusão de que a verba tinha sido utilizada indevidamente já que o dinheiro do Fundo Partidário não pode ser utilizado para compra de produtos, como por exemplo ração.
No seu voto, o relator pediu a reprovação das contas e condenou o PSDB paraibano a devolver os R$ 32 mil ao Fundo Partidário de forma parcelada e também pela suspensão do repasse do dinheiro ao partido. Apesar de votar pela punição, o relator não informou quais foram as outras coisas adquiridas pelo partido, além da ração.
Na ocasião, a juíza Niliane Meira não concordou com o relator e disse que a pena estava muito branda pela gravidade do ocorrido e pediu vista para analisar melhor o caso. “Não podemos apenas aplicar essa pena, pois o caso é grave”, disse.
O caso da ração do PSDB deve voltar a pauta de julgamento no TRE na próxima terça-feira (3).
By: Folha 13, via Com textolivre

Conheça os 4 maiores fracassos de deus

Como sabemos, o deus do cristianismo, é o ser superior responsável por todos os acontecimentos em nosso universo. Detêm o controle sobre catástrofes, vidas que vem e vão, mudanças climáticas, enfim... Tudo o que a ciência AINDA não tem o conhecimento ou a permissão necessária de interferir.
Segundo religiosos, o dono das nossas vidas, destinos, vitórias e conquistas. Onisciente e Onipotente!



Não é provável nem imaginável que alguém com tantas qualidades e "super-poderes" seja capaz de cometer enganos, certo?

Mas não é o que vemos em sua história...

Enganos monstruosos do senhor da perfeição, que poderiam ser facilmente premeditados por um ser de tantas qualidades, foram supostamente cometidos e, com sua própria inspiração através de seres humanos, documentados em seu livro sagrado.
Listarei aqui quatro grandes CAGADAS do deus do cristianismo:

Cagada 1 - Adão e Eva

Há 6.000 anos, deus extrai matéria de seu pensamento, cria o mundo, estrelas, galáxias, o universo, antimatéria, nos deixa provas de uma explosão como assinatura... Enfeita a terra e se esquece de fazer o mesmo com os outros bilhões de planetas, cria animais, nuvens, arvores, frutos, leis da física, fome, enfim... O famoso Jardim do Éden.
Cria o homem do barro, uma mulher do osso do homem de barro. Explica ao homem e a mulher de que não estão autorizados a comer certo tipo de fruto.
O resto da história nós sabemos...


Um deus criador do universo e tudo que nele há, não seria capaz de prever que duas miseras criações suas iriam desrespeitar uma ordem tão importante no futuro?
Com essa cagada divina, deus acabou condenando a todos os seres descendentes dessa sua criação, nos tornando pecadores a partir de nosso nascimento. Obrigando-nos a viver sob sofrimento e repetidas orações para, quem sabe um dia..., nos salvar e não nos deixar queimar no mármore do inferno!

Cagada 2 - Dilúvio universal

Ao ver que sua primeira tentativa de criação não saiu muito bem e, além disso, resultou em um mundo cheio de pecados e maldade segundo seus padrões, deus toma outra decisão: dar um fim em quase tudo que vive no planeta.
Escolhe uma família que, ao seu ponto de vista, está mais próxima de sua perspectiva de perfeição, pede para que façam uma arca, dêem um jeito de colocar um casal de cada tipo de animal existente (porque ele não consegue, é mais fácil pra Noé) e que se preparem para 40 dias e 40 noites de tempestade que irá formatar o planeta deixando apenas dados de inicialização para uma próxima instalação.


Varre da Terra os animais, adultos e crianças inocentes, tudo que respirava agora está nas profundezas de um oceano com propósitos divinos. Bebes recém nascido desta época agora devem estar queimando no inferno por não estarem dentro dos propósitos divinos (?). Animais inocentes sufocaram até a morte sem poderem imaginar o motivo...
Mais uma decisão de um deus onisciente, que provavelmente prefere confiar em seus instintos, não resulta no esperado...
A geração seguinte ao dilúvio, descendente de Noé e sua família, continuam "pecando" até hoje. Quem alagaria um planeta sem uma certeza de que tudo estaria resolvido com essa decisão? Cagadinha...

Cagada 3 - Moisés e a fuga do Egito

Se existe alguém com razões para ser anticristão, esse alguém é Moisés.
Era uma vez no Egito, um povo escravisado, conhecidos como israelitas.
Deus então, desistindo de destruir civilizações em seu nome, concorda em salvar apenas um pequeno grupo. Indica Moisés como líder da banca e diz que irá guiá-los á terra prometida
Então, o grupo sai vazado do Egito rumo ao desconhecido deserto e esperando que deus realmente cumpra sua parte no acordo. Estão esperando até hoje... 3.000 anos depois e os israelitas não encontraram ainda sua terra prometida por deus.
Reza a lenda que este grupo assombrou o deserto por 40 anos após a fuga do Egito.


Moisés até arrumou umas pedras escritas por deus que usamos de base para leis de nossa sociedade até hoje.
Quantas gerações ele irá esperar para entregar a terra prometida? Será que ele esqueceu? O que aconteceu com todas as orações direcionadas a ele, implorando pela terra de paz? Irresponsabilidade divina.
Tentei entrar em contato para esclarecer o ocorrido mas deus nunca responde minhas orações.

Cagada 4 - A vinda de Jesus Cristo

Em sua ultima tentativa de tentar corrigir as cagadas causadas pela sua irresponsável criação, deus tenta espalhar a bondade pelo planeta mandando um exemplo vivo.
Por ser muito ocupado, ou por medo de se expor e ser cobrado por tantas coisas erradas que fez nos últimos 6.000 anos, deus, como todo bom pai, exemplo para nossas vidas, joga seu único filho nas mãos de um povo completamente violento e racista para que salve o mundo da maldade e do pecado.
Mais uma vez o poder de onisciência de vossa santidade é falho.

Seu único filho morre de uma forma horrenda, e sua intenção não é efetiva. Ele provavelmente não dá ouvidos aos gritos do filho durante a tortura e ainda manda Jesus de volta a terra após três dias.
A maldade ainda é presente 2.000 anos depois, e durante esse período, muitas mortes ocorreram em nome de cristo.
Mais um projeto que não deve ter saído como o previsto.
E há pessoas que ainda esperam pela sua segunda vinda! Depois de tudo o que passou na Terra, duvido que ele volte.
Talvez isso explique a omissão de deus nestes últimos milênios...

Historicamente, acho a participação de Jesus muito interessante e um exemplo a ser seguido. Não vejo defeitos em seus atos e até gostaria que pessoas religiosas se espelhassem neste personagem, mas seu pai tem umas decisões meio duvidosas.
Além de participar diretamente de genocídios, assassinatos, promessas não cumpridas, esse deus do cristianismo é um pouco inconseqüente.
Matou tudo que já viveu, irá matar todos ao seu redor, mandar tudo que não lhe agrada para o inferno, mas mesmo assim, devemos adorá-lo, temê-lo, e agradecer por tudo. Inclusive diversas tragédias cotidianas em nossas vidas.

Vivam suas vidas aqui. Nossa certeza mais próxima da exatidão é essa existência que presenciamos. Não desperdice a vida que o cosmos lhe proporcionou com crenças infundadas e temores que estreitam nossos prazeres e atrofiam nossa evolução psicológica e científica.

Inspirado neste vídeo do Canal AntiFé:


Não adianta pedir para que usem o espaço de comentários como um lugar de debate civilizado, mas... Tentem ser maduros e educados
blog vida em órbita