sábado, 10 de julho de 2010

32+32=64

Alguém deu uma olhada no desfile em homenagem ao nove de julho, ou "revolução" constitucionalista de 32, realizado no Ibirapuera? Como sempre, estava todo mundo lá, os integralistas, o pessoal da finada TFP, os Arautos do Evangelho em Latim, veteranos do DOPS, do DOI-CODI, da OBAN; matadores da Rota, enfim, um selecionado de tudo que existe de mais aberrante no estado de São Paulo e no Brasil. Em homenagem a essa legião (que felizmente não são muitos) publico novamente um texto que redigi no ano passado, dedicado aos bravos heróis de 32.

Pouco antes do golpe de 64 surgiu um slogan, lançado pelo governador de então, conhecido comoAdhemar rouba mas faz, para marcar a posição dos "paulistas" em relação a agitação golpista promovida pela direita nacional de norte a sul.

Elis & Tom (XIII) / Soneto da separação

30 anos sem o poeta


Soneto da Fidelidade

I'M NOT IN LOVE - 10cc

Simply Red - Holding back the years

Double - The Captain Of Her Heart

Traição x Lealdade

Dizer que faz e acontece se descobrir uma traição é muito fácil.
Na verdade, como se diz no Direito, cada caso é um caso.
O que não pode é se preocupar com o que os outros vão dizer e tentar a custo da própria felicidade dar uma satisfação para a família e aos amigos.
O importante é ser feliz, ter coragem de assumir que optou por ser feliz e permanecer no casamento.
Como eu não me importo com o que os outros dizem e acredito que maior parte das pessoas quando expressam sua opinão sobre a "traição" mentem e tem medo de como serão julgadas.
Traição x lealdade
"A lealdade é o bem mais precioso que podemos dar para uma pessoa. Então, a traição pode ser perdoável, possível e até necessária, desde que não quebre a lealdade, não exponha o parceiro nem interfira no casamento. Se a traição for motivada apenas pela necessidade de expandir a imaginação, algo que seja desculpável por você mesmo e que não quebre o compromisso na relação, você só está resolvendo um problema seu. Não é justo atrapalhar uma relação por causa de um desejo latente, que não cabe no sexo do casal. A gente fala que em quatro paredes vale tudo, mas quem disse que a gente tem coragem de satisfazer todas as nossas vontades? Às vezes existem coisas que você não pode viver com seu parceiro mas, ao mesmo tempo, seu relacionamento é tão mais importante que não vale a pena jogar tudo fora por causa de uma escapada. Em determinados casos, a traição pode salvar o relacionamento da pessoa, que está arrumando uma maneira de continuar junto e ser feliz, sem culpa. Mas tem que ser leal. Não acho legal quando o cara tem uma amante de quem realmente gosta e com quem vive uma relação paralela."
pra que se lamentar
 
Fonte: http://www.terra.com.br/istoegente/edicoes/565/artigo178289-1.htm

Led Zeppelin No Quarter 1973

Sou um professor

Mais uma colaboração, da quase sócia, Izide, de Campinas 



SOU UM PROFESSOR QUE PENSA...
Pensa em sair correndo toda vez que é convocado para uma reunião, que
certamente o responsabilizará mais uma vez, pelo insucesso do aluno.
 
SOU UM PROFESSOR QUE LUTA...
Luta dentro da sala de aula, com os alunos, para que eles não matem
uns aos outros.
Que luta contra seus próprios princípios de educação, ética e moral.
 
SOU UM PROFESSOR QUE COMPREENDE...
Compreende que não vale a pena lutar contra as regras do sistema, ele
é sempre o lado mais forte.
 
SOU UM PROFESSOR QUE CRITICA...
Critica a si mesmo por estar fazendo o papel de vários outros
profissionais como: psicólogo, médico, assistente social, mas não
consegue fazer o próprio papel que é o de ensinar.
 
SOU UM PROFESSOR que tem esperança, e espera que a qualquer momento
chegue um "estranho" que nunca entrou em uma sala de aula, impondo o
modo de ensinar e avaliar.
 
SOU UM PROFESSOR QUE SONHA...
SONHA COM UM ALUNO INTERESSADO,
SONHA COM PAIS RESPONSÁVEIS,
SONHA COM UM SALÁRIO MELHOR, UM MUNDO MELHOR.
 
ENFIM, SOU UM PROFESSOR QUE REPRESENTA...
Representa a classe mais desprestigiada e discriminada, e que é
incentivada a trabalhar só pelo amor à profissão.
Representa um palhaço para os alunos.
Representa o fantoche nas mãos do sistema concordando com as falsas
metodologias de ensino.
E esse professor, que não sou eu mesmo, mas é uma outra pessoa,
representa tão bem, que só não trabalha como ator,porque já é
PROFESSOR e não dá para conciliar as duas coisas.
 
  
(Autor Desconhecido)

Brasil vive período de 'milagres econômicos', diz jornal britânico


Construções perto de praia brasileira (arquivo)
Para correspondente, é impossível não sentir 'milagres econômicos' do país
O bom momento econômico do Brasil é tema de uma reportagem de duas páginas publicada nesta sexta-feira pelo diário britânico The Independent.
Sob o título "No topo do mundo", o correspondente do diário em São Paulo, David Usborne, afirma que "não é possível passar um dia no Brasil sem sentir os milagres econômicos que acontecem" no país.
A reportagem ocupa as duas páginas centrais do jornal, acompanhada de uma grande foto da estátua do Cristo Redentor no Corcovado, de outra com torcedores acompanhando uma partida da seleção brasileira de futebol e de uma terceira com o presidente Lula em sua recente viagem ao Quênia.

Dilma defende atuação do BNDES, que quase foi destruído por FHC

A candidata do PT à presidência da República, Dilma Rousseff, defendeu nesta sexta (9) a atuação do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) durante o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Dilma destacou que graças à atuação da instituição foi possível minimizar os efeitos da crise financeira internacional, permitindo que o Brasil fosse o primeiro país a deixar a turbulência para trás.

"Antes o crédito no Brasil era direcionado a privilegiados", frisou a ex-ministra, que participou de entrevista na Rádio Tupi, no Rio de Janeiro.

STF abre inquérito contra Senador do PSDB


PF investiga se Marconi Perillo recebeu R$ 2 mi de propina em troca de benefícios fiscais a frigoríficos; ele nega. Investigação faz parte da Operação Perseu, que em 2004 resultou na prisão de 12 pessoas por sonegação fiscal

Filipe Coutinho e Felipe Seligman, Folha de São Paulo

Favorito para o governo de Goiás, o senador Marconi Perillo (PSDB) é investigado no Supremo Tribunal Federal pela suspeita de ter recebido R$ 2 milhões de propina de frigoríficos quando governou o Estado (1999 -2006).

Perillo é vice-presidente do Senado. A investigação contra o senador é um desdobramento da Operação Perseu, realizada pela Polícia Federal em 2004, que prendeu 12 pessoas envolvidas em esquema de sonegação fiscal de R$ 150 milhões praticada por frigoríficos.

Interceptações telefônicas realizadas pela PF revelam conversas entre quatro empresários do ramo que discutiam subornar Perillo, segundo a investigação, para que o governo modificasse leis estaduais em benefício do setor. Dos 4 grampeados, 2 foram presos pela PF.

"Foi instaurado procedimento noticiando a suposta prática de corrupção passiva envolvendo Marconi Perillo, consubstanciada no recebimento de R$ 2 milhões para alteração da legislação tributária", diz a Procuradoria-Geral da República no pedido de abertura de inquérito.”



Freire diz o que Serra pensa do Bolsa Família



A mentira tucana tem pernas curtas. Quando eles tentam esconder alguma coisa que realmente pensam, sempre tem alguém que se trai. José Serra fingiu não gostar do Bolsa Famĺia com o blefe de que iria até dobrá-lo, mas o ex-comunista e seu aliado incondicional, Roberto Freire, revelou o que realmente eles acham: que o programa é “assistencialista” e “eleitoreiro”.

Serra não declara ao TSE mansão milionária que possui em São Paulo



Na Declaração de Bens que José Serra entregou ao Tribunal Superior Eleitoral,  não se faz menção à nababesca residência em que vive o tucano, no Alto de Pinheiros, bairro nobre da zona oeste paulistana.
Como se sabe, o candidato do PSDB à presidência da República é o feliz morador de um palacete situado na rua Antônio de Gouveia Giudice, a poucos metros do chiquérrimo Shopping Villa-Lobos. Naquela região, conhecida pelo ostentoso luxo das residências e pelo altíssimo padrão de vida de seus habitantes, os imóveis mais modestos raramente custam menos de R$ 2 milhões.

A improvisação da escolha do vice: Até nisso deram sorte!

Poucos dias atrás, durante a incerteza da escolha do vice de José Serra, vários nomes foram falados, e entre esses nomes, apareceu o da Presidente do Flamengo Patrícia Amorim.

Pedágios: Pra que serve o IPVA?



QUANTOS BILHÕES O GOVERNO ARRECADA SOMENTE COM O IPVA? FORA SEGURO OBRIGATÓRIO E OUTRAS TAXAS?

A função do IPVA é justamente para construir e manter estradas e rodovias. Então, o governo Federal e Estadual constrói estradas e rodovias com o dinheiro do povo, depois algum governante oportunista vende para empresários ambiciosos que além de obrigar o cidadão parar e as vezes encarar uma fila, cobram tarifas abusivas e não dão nenhuma opção ao motorista.
Os pedágios de maneira camuflada tira do cidadão uma parte de sua renda e o seu livre direito de ir e vir, na verdade é uma extorsão acobertada pelos que instituíram e implantaram as praças de cobrança.
O cidadão brasileiro que já é tão sobrecarregado de impostos, merecia estradas construídas e mantidas pela arrecadação de bilhões com o IPVA que todos os proprietários de automóveis, motocicletas e outros pagam justamente para terem o direito a conduzir seus veículos automotores para onde desejarem.
E então, os governantes se usam deste dinheiro para construir estradas e rodovias e depois de pronta simplesmente vendem ou concedem para empresas cobrarem o que lhes aprouver ao pobre cidadão que será obrigado a interromper sua viagem para parar numa guarita de cobrança e ser extorquido.

DIGA NÃO AO PEDÁGIO! CIDADÃO CONSCIENTE NÃO SE DEIXA SER EXTORQUIDO!

Fórum Popular Contra o Pedágio

Movimento Estadual Contra os Pedágios Abusivos de SP

Vida e obra de Roberto Freire

A estranha história de Roberto Freire
Sebastião Nery
Data incerta e não sabida

O único político brasileiro da oposição (que se diz da oposição) que aplaudiu José Serra, o Elias Maluco eleitoral, por ter anunciado que agora é hora de destruir Lula, foi o senador Roberto Freire, presidente do Partido Popular Socialista (PPS, a sigla que sobrou do assassinato do saudoso Partido Comunista, melhor escola política brasileira do século passado). Disse: "Serra presta um serviço à democracia".

Ecos de uma charge infame

Nani, o cartunista que retratou a candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, como uma prostituta, na tentativa de reagir às críticas publicou em seu blog supostas charges que teria feito há anos quando FHC era presidente, retratando-o, também, como uma prostituta.

Eduardo Guimarães enfia a lógica no rabo de Josias de Souza

por Esquerdopata

Por um novo logo para a Copa de 2014

CBF, uma CNI que dá lucro. Pode isso, Arnaldo?




Flávio Gomes escreveu isto no seu Blog da Copa. O Rob Gordon achou bom, mas quixotesco; o Gravataí Merengue achou que era um monte de merda e devolveu com isto. E eu? Eu vou de mundo corporativo, sindicatos, verminose e outros bichos.

Bruno e nós




A cena era patética. O goleiro do Flamengo Bruno se entregava à polícia e era recebido na porta de uma delegacia por uma horda de jornalistas famintos por sangue. 
Foi insultado e por pouco não foi linchado pelo caminho. Só não foi porque estava escoltado por agentes da polícia. 

sexta-feira, 9 de julho de 2010

9 de Julho



Sexta-feira feriado estadual em São Paulo: foi em 9 de julho de 1932 que os paulistas pegaram em armas contra a ditadura de Getúlio Vargas.
A desigualdade de forças era acentuada, com 35 mil legalistas confrontando 100 mil defensores da tirania - aos quais, claro, não foi explicado o verdadeiro papel que desempenhavam.
Exortaram-nos a lutar contra o
separatismo paulista e outras invencionices, explorando o preconceito que os estados mais pobres nutriam em relação a São Paulo, o mais industrializado do País. Em tempo de guerra, mentira como terra.
A esquerda também não associou-se à chamada Revolução Constitucionalista, por considerá-la uma mera disputa de poder econômico entre setores da burguesia. Para os discípulos de Stalin, direitos constitucionais não passavam de perfumaria.
O certo é que a liberdade nunca deu muito ibope no Brasil. Não fosse uma lei que facultou a criação de feriados estaduais, nem mesmo em São Paulo seria reverenciado esse episódio da eterna luta contra o despotismo, que move os melhores seres humanos através dos tempos. Restariam apenas as comemorações melancólicas dos velhinhos remanescentes de 1932.
Pior: os feriados com menos clima de feriado em São Paulo são os da deflagração da Revolução Constitucionalista, o da morte de Tiradentes e o Dia da Consciência Negra, três que têm conteúdo político libertário. As pessoas só se lembram deles como oportunidade para uma esticada até o litoral.
Há quem diga que faltou por aqui uma revolução burguesa. Não chegamos ao capitalismo mediante um enfrentamento com o feudalismo, mas sim com o lento deslocamento da primazia para o pólo mais avançado da economia, sem que o atraso fosse combatido. Os estágios diferentes de desenvolvimento ficaram superpostos e amalgamados.
Ou seja, conciliaram-se os interesses com a partilha de territórios, à maneira dos gangstêres: o capitalismo vicejou no Sul e os resquícios feudais sobreviveram no Norte -- tanto que o último coronel da política brasileira continua ocupando (e conspurcando) a presidência do Senado e, volta e meia, pipocam no noticiário casos de escravidão ainda flagrados no Brasil, em pleno século XXI!
Nem sequer a independência política conquistamos pela via altaneira de um Bolivar, mas sim trocando de amo e senhor: subjugamo-nos economicamente à Inglaterra, que tratou de dissuadir Portugal de qualquer tentativa de restabelecer o jugo colonial. Tiradentes deve ter revirado na cova.
Então, 1932 nada significa para a grande maioria dos brasileiros.
Idem a Força Expedicionária Brasileira, quando nossos compatriotas morreram nos campos de batalha da Europa para ajudarem a dar um fim ao nazifascismo.
E a resistência à ditadura militar de 1964/85 só é reverenciada por alguns contingentes mais esclarecidos da classe média, incluindo formadores de opinião.
A obtusidade dos militares comprometidos com os genocídios e atrocidades dos anos de chumbo, paradoxalmente, ajuda a manter aqueles episódios deprimentes no noticiário: se disponibilizassem todas as informações e indicassem onde estão os cadáveres sonegados às famílias, reconhecendo seus crimes e pedindo civilizadamente desculpas, a tendência seria o gradual esquecimento.
Isto é o Brasil, que aos dignos, aos justos e aos idealistas sempre traiu...

O Polvo Vidente




Vesperal " Puro Sangue "


Kubrick vs Scorsese from Leandro Copperfield on Vimeo.

... también soy un hongo


Sátiro

400mil microempresários legalizaram atividades

Brasília Confidencial 

“Aproximadamente 400.000 pessoas se cadastraram no programa Microempreendedor Individual, instituído há um ano para favorecer a legalização de quem trabalha por conta própria. Ontem, ao divulgar o número de inscritos, o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior reafirmou a meta de chegar ao fim de 2010 com um milhão de cadastrados.

O programa prevê a formalização dos pequenosempreendedores que faturam, no máximo, R$ 36.000,00 por ano e empregam até um trabalhador que receba salário mínimo ou o piso da categoria.

Os cadastrados são enquadrados no Simples Nacional. Ficam isentos do Imposto de Renda, PIS, Cofins, IPI e CSLL e pagam valor fixo mensal entre R$ 57,10 e R$ 62,10, dinheiro destinado ao pagamento de ICMS ou ISS e à Previdência. A contribuição previdenciária assegura acesso a benefícios como auxílio-maternidade, auxílio-doença, aposentadoria, entre outros.”

Dilma diz que é o pior momento para discutir Código Florestal



WAGNER CARVALHO
Direto de Bauru
A candidata do PT à presidência da República Dilma Rousseff afirmou que o período eleitoral e o debate baseado em "paixões" prejudicam as discussões sobre o Novo Código Florestal, em coletiva no Espaço Bauru, nesta quinta-feira (8).
"Não é correto fazer uma discussão do Código Florestal envolvendo emoções e conjuntura pré-eleitoral", afirmou. "Eu acho o pior momento para discutir isso, porque o Código Florestal é uma questão muito delicada com grandes controvérsias".
Dilma disse ainda ser contrária às alterações no código que resultem na derrubada de floresta nativa. "Eu sou contra qualquer política em relação ao Código Florestal que leve ao desmatamento", afirmou. O presidente na Câmara dos Deputados e vice de Dilma, Michel Temer (PMDB), disse que irá segurar a votação código até novembro.
Em campanha em Bauru, a candidata chegou à cidade por volta das 13h, acompanhada de Temer, o candidato ao governo de São Paulo, Aloysio Mercadante (PT), além de Marta Suplicy (PT) e Arlindo Chinaglia (PT).
Antes de almoçar com lideranças políticas e empresários da região, a presidenciável atendeu a imprensa e falou sobre a campanha que se inicia. Respondeu questões sobre a diminuição da dívida pública, salário mínimo e preparação de professores.
Na coletiva de imprensa, Mercadante falou sobre os altos preços dos pedágios, criticou o seu concorrente, o candidato tucano Geraldo Alckmin, e disse que, se eleito, irá rever os valores cobrados atualmente. O prefeito Rodrigo Agostinho (PMDB), eleito em 2008 por uma aliança PT-PMDB, esteve todo tempo ao lado dos candidatos.
Com informações da Agência Brasil

Serra promete acabar com filas da saúde. para especialistas Serra mente

Presidenciável tucano fala em criar 154 AMEs, os ambulatórios de especialidades; modelo é recebido com dúvidas por muitos médicos

As filas no Sistema Único de Saúde (SUS) foram alvo de promessa do presidenciável José Serra (PSDB). O tucano disse ontem que acabará "de vez" com a espera para exames e consultas médicas. Notícia postada em seu site afirmava que Serra, se eleito, irá criar 154 AMEs (Ambulatórios Médicos de Especialidades), vai criar AMEs e UPAs

Em um ano, pedágios paulistas arrecadam desepesas de obras em 12 estádios da Copa

Por: Redação da Rede Brasil Atual

Publicado em 08/07/2010
São Paulo – De acordo com o site Pedagiômeto, as empresas que administram os pedágios nas estradas deverão arrecadar cerca de R$ 5,3 bilhões em 2010.
O valor é apenas R$ 400 milhões mais baixo que o valor previsto no documento Matriz de Responsabilidades, do portal Transparência, do governo federal, para a reforma de 12 arenas para a Copa de 2014. O valor de R$ 5,7 bi advêm de diferentes fontes, incluindo BNDES, Caixa Econômica Federal, além de govenos estaduais e municipais, entre outros.
O tema está em destaque na campanha eleitoral deste ano. O candidato do PT, Aloizio Mercadante,criticou o PSDB por reconhecer, tão tardiamente, o valor cobrado nas 227 praças de pedágio hoje em atividade no estado. Até mesmo o ex-governador e atual candidato do partido, Geraldo Alckmin, sentiu que poderá pagar um alto preço caso o tema seja discutido insistentemente até o dia da eleição, em outubro. Como uma “vacina eleitoral”, disse que pretende revisar tarifas de determinados trechos.

Serra afirma que precisa de equipe, mas tem ideias próprias



JULIANA DAL PIVA
MARCELA ROCHA
Direto de Campinas
O candidato à presidência pelo PSDB, José Serra, rebateu, nesta quarta-feira (7) durante campanha em Campinas (SP), as críticas feitas pela sua oponente petista Dilma Rousseff. "Eu também preciso de uma equipe, mas as ideias, eu as tenho", afirmou Serra.
Dilma disse, nesta quarta, durante comício no centro de São Paulo, que não é orgulhosa e presunçosa, daquele tipo que acha que sabe tudo e faz tudo. "Eu preciso de equipe, como a do governo Lula", disse a candidata.

Serra acha pedágio barato

Serra diz que faz no Brasil o que não fez em São Paulo



O troféu que os tucanos queriam dar a Lula deveria ir para o seu candidato
O candidato tucano que não tem a menor vergonha de se apossar de projetos que não são seus, busca agora se apropriar de um dos pontos centrais da campanha de Dilma Rousseff, que a candidata destacou, e publicamos aqui, quando foi entrevistada no programa Roda Viva, no dia 28 de julho.
Perguntada sobre o que seria a meta principal de seu governo, Dilma respondeu que seria retirar da pobreza quem ainda está lá. E não é que Serra, logo no primeiro dia de campanha, num evento em Curitiba,repetiu sem desfaçatez o que Dilma havia dito? “Qual é a nossa meta? É partir para a erradicação da pobreza de todas as famílias abaixo da linha da pobreza”.
E sabem como Serra pretende fazer isso? Com mais uma de suas mentiras. No mesmo evento, prometeuduplicar os investimentos no Bolsa Família, atendendo mais 15 milhões de famílias. É claro que a proposta é da boca para fora.
Primeiro pela falta de compromisso dos tucanos com os mais pobres. Mas, principalmente, pelo custo que tal medida representaria.
Não foi preciso nenhum economista rebater Serra. A própria Folha de S.Paulo, em análise do editor-assistente de Política (que o jornal chama de Poder), mostrou os problemas orçamentários e de logística que inviabilizariam o que o tucano propõe de forma inconsequente.
Os gastos do governo saltariam de R$ 13 bilhões para R$ 30 bilhões, que teriam de sair de algum outro lugar do Orçamento. E as prefeituras, responsáveis pelo cadastro, não têm estrutura para atender tanta gente. O jornalista da Folha usa como exemplo dessa dificuldade a própria cidade de São Paulo, onde 320 mil famílias teriam o perfil para serem atendidas pelo Bolsa Família, mas menos da metade, 134 mil, recebem o benefício. E arremata de forma insofismável: “Vale lembrar que, enquanto prefeito de SP, Serra não acabou com esse deficit.”
By: Blog do Saraiva, vi Com textolivre

Nem o programa de governo de Serra aguentam os pedágios de Serra

Não riam, porque não é piada.

No "programa de governo" (*) de José Serra (PSDB/SP), entregue ao TSE, está escrito lá na página 5:

"Um exemplo simples: hoje, custa mais caro transportar uma tonelada de soja do Mato Grosso ao porto de Paranaguá do que levar a mesma soja do porto brasileiro até a China. Um absurdo."
Até Serra acha um absurdo os pedágios de Serra!

Mas, Serra deu uma de malandro ao citar o "custo do transporte" sem citar a palavra "pedágio", na maior cara-de-pau. Sua malandragem foi maior ainda quando deslocou o problema para o porto de Paranaguá, no Paraná. Os caminhoneiros que fazem frete de Mato Grosso, muitas vezes escolhem o porto de Paranaguá, porque os pedágios, ainda que caros, são menores do que para levar ao Porto de Santos (SP).

Um caminhão carregado de soja, de Rondonópolis (MT) até o porto de Santos, pagaria R$ 1.095,50 de pedágio para atravessar os 10 postos de pedágios, todos nas rodovias paulistas pedagiadas por Serra. Realmente é um absurdo.

Os caminheiros percorrem 98 km a mais para levar à Paranaguá, mas são 4 postos de pedágios a menos, e os valores são mais baratos.
Não são apenas os caminhoneiros que sofrem. A produção e os empregos gerados na cadeia produtiva de Mato Grosso (do Norte e do Sul), ficam todos comprometidos, e transferindo riqueza e renda para as concessionárias de pedágios demo-tucanas.

(*) Se é que aquilo pode se chamar de programa de governo. O demo-tucano chega ao ponto de só apresentar críticas, como aos pedágios que ele mesmo criou, sem apresentar qualquer proposta de solução. 

Usuários do Orkut discriminam vítimas das enchentes no Nordeste

No momento em que o País faz uma mobilização para ajudar as vítimas das enchentes em Alagoas e Pernambuco, um grupo de internautas decide deflagrar ódio em uma comunidade no site de relacionamentos Orkut. "Acho que os cabeçudos vão vir em massa pra SP, to muito preocupada com isso" (sic), diz Julia Schemman, uma das usuárias de uma comunidade aberta para reunir pessoas intolerantes aos nascidos no Nordeste. As discussões começam a ganhar repercussão em outra rede social, o Twitter, onde membros pedem que seja denunciado esse tipo de discriminação. A contenda chegou, por fim, ao Ministério Público, que vai investigar o caso, e avisa: A prática é crime e pode dar de 1 a 3 anos de cadeia.

Cartunista tenta justificar o injustificável e defende charge preconceituosa contra Dilma



Pior do que cometer um erro grave é tentar justificar o erro mesmo quando se tem a consciência da gravidade da prática. É uma maneira de tentar justificar o injustificável. Foi exatamente isto que o cartunista Nani fez em entrevista ao Portal Terra, no final desta tarde, quando defendeu a polêmica charge em que compara a candidata do PT Dilma Rousseff a uma garota de programa. Ao invés de se retratar, Nani fez o contrário: reforçou sua visão machista e preconceituosa, tentando se proteger sob o manto da liberdade de expressão.

Blogueiro de esgoto Josias de Souza atinge o ponto mais alto de sua carreira de crimes

Charge em blog do UOL compara Dilma a prostituta

Na verdade teria sido um ato falho: Josias estava pensando na mãe enquanto defecava em seu espaço exclusivo do UOL.
esquerdopata

Quando o machismo e o preconceito pautam a cobertura jornalística



É impressionante como em época de campanha eleitoral muitas pessoas deixam de lado o respeito e a ética profissional e se entregam a um jogo de baixarias, alimentando preconceitos que infelizmente ainda estão enraizados na cultura brasileira. Nesta quinta-feira, 8, o Blog do Josias de Souza, da Folha de São Paulo, publicou uma charge do cartunista Nani carregada de preconceito e refletindo um pensamento dos mais machistas e sexistas que se pode ter.

Mãe de Josias de Souza teria inspirado música de Mick Jagger


esquerdopata

quinta-feira, 8 de julho de 2010

São Paulo e Minas Gerais

Para os profissionais do ramo e os interessados por política, nenhuma eleição é igual à outra, mesmo que aconteçam ao mesmo tempo. Agora, por exemplo, que teremos eleições simultâneas para cinco cargos, escolhendo seis nomes, eles são capazes de enxergar as particularidades de cada uma, percebendo as diferenças, pequenas ou grandes, que existem entre elas.
Para a maioria da população, no entanto, a política e as eleições não são coisas tão nítidas. Estão em um mundo distante, nebuloso, longe do cotidiano. Sua linguagem é monótona, repetitiva. Salvo exceções notáveis (Lula, por exemplo), seus personagens são todos parecidos, falam e fazem igual. Normalmente, as pessoas mal se lembram delas.

Sócia inoportuna do Erário



Primeiramente, um aviso de utilidade pública. Não sou filiado ao PSOL (mais precisamente da ala ligada ao Plínio de Arruda Sampaio), muito menos possuo ações em empresa que concorre com a Natura. Nem pretendo colocar meu nome à disposição do PV para ser o vice de Marina Silva. Nota: se Dilma me convidasse, topava – afinal seria um candidato de peso; melhor, de sobrepeso, mais de 120.

Agora, adiante.

Carne às feras




Nos primeiros cinco séculos da Era Cristã, o Império Romano se divertia jogando cristãos a leões famintos nos seus legendários “circos”. Grande público acorria às carnificinas de homens, mulheres e crianças por bestas enlouquecidas, ou às cenas trágicas de homens escravizados, de força extraordinária, digladiando-se uns com os outros.

Cazuza - Eu preciso dizer que te amo - Homenagem aos 20 anos de sua morte

Saudades de um amor...



Queria mais que apenas versos
Escrever, quero ser a própria
Poesia, assim chegaria até você.
Mergulharia na imensidão dos 
Teus olhos quando visse aquela
Escrita, te abraçaria em cada 
Verso, te faria sentir todas as
Lágrimas vestidas quando cada
Verso de mim nascia.
Saudade é uma palavra sem
Significado, ela só pode ser
Sentida...É uma dor que inflama
A alma, é uma luz de claridade
Intensa que vem e te cega...

Tão longe de mim estás,
Mesmo assim tenho aqui 
O teu amor, guardo cada 
Verso e te mostrarei um dia.

Se me entregarem apenas 
Teu corpo, lamentarei por toda 
Vida não poder compartilhar
Contigo a dor da tua ausência
Que só consigo desafogar na 
Arte da escrita, tentando 
Grafar uma dor, maldita dor,
Desde o momento da tua partida.